Veja quais são as regras de uso do triângulo de sinalização

Item obrigatório, o triângulo precisa ser utilizado em conjunto com o pisca-alerta quando houver uma emergência com o veículo

0
162
Detran dá dicas para evitar problemas na estrada
Detran dá dicas para evitar problemas na estrada

Você sabe o que fazer quando o seu carro quebra no meio de uma rua, avenida ou estrada? Pois não basta apenas ligar o pisca-alerta. É fundamental utilizar também o triângulo de sinalização.

+ Bateria descarregada: saiba o que fazer para sair do sufoco
+ Veja 5 infrações de trânsito que não geram pontos na CNH
+ Veja 5 dicas de uso do manual do Ford Del Rey que ainda servem nos carros atuais
+ Racks de teto e bagageiros: como levar o que não cabe no porta-malas

Item obrigatório em todos os carros vendidos no Brasil, o triângulo precisa ser utilizado em conjunto com o pisca-alerta todas as vezes em que houver uma pane, pneu furado ou acidente de trânsito que impeça a locomoção do automóvel em via pública. De acordo com a resolução 36/98 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), o equipamento de sinalização deverá ser posicionado a, no mínimo, 30 metros de distância da traseira do veículo em pane, o que equivale a 30 passos.

Porém, para aumentar a sua segurança e a de seu veículo, coloque o triângulo de sinalização a uma distância correspondente à velocidade da via em que ele está. Por exemplo, se a velocidade é de 40 km/h, o triângulo deve estar a 40m do veículo. Se a velocidade for 80 km/h, coloque a 80m e assim por diante. Caso haja uma curva no meio da sua contagem de passos, caminhe até o final dela e reinicie os passos. E em caso de chuva, neblina ou cerração, dobre a distância.

Tanto o ato de não utilizar o triângulo de sinalização quanto o de não ter o equipamento de sinalização no veículo são considerados infrações graves pelo CTB (Código de Trânsito Brasileiro), com multa de R$ 195,23 e perda de cinco pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Vale destacar que objetos como galhos podem ser utilizados também como sinalização complementar. Mas a não retirada desses objetos após a remoção do automóvel é infração média, com multa de R$ 130,16 e perda de quatro pontos na habilitação.

Mais na Motor Show

+ Avaliação: Caoa Chery Tiggo 3X Turbo reúne visual e dirigibilidade
+ Avaliação: Mercedes-AMG GLC 63 S Coupé oferece muito de tudo
+ Zaiser Motors revela a Electrocycle, a primeira moto com tração nas duas rodas
+ Senado aprova prorrogação da isenção de IPI para carro PCD até 2026
+ Volkswagen Taos argentino terá versão com apelo off-road, aponta site
+ Elétrico Chevrolet Bolt vira viatura policial no ES

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel