Veja quais são os 10 carros mais caros de 2015 (até agora)

A demanda pelas Ferraris parece estar em alta. Pelo menos quando o assunto é carro antigo. Dos dez carros mais caros vendidos em leilões neste começo de ano, sete são modelos clássicos (e raros) da casa de Maranello.

Confira abaixo a lista dos dez carros mais caros de 2015 (até agora):

1º — Ferrari 250 GT SWB California Spider 1961 (US$ 18,5 milhões)
Uma das 37 unidades produzidas do conversível alcançou este valor em um leilão na França, no mês passado. O exemplar, que ficou abandonado em uma garagem por mais de 40 anos, guarda todas as marcas do tempo. Mas tem um passado de estrela. Um dos seus donos foi o ator francês Alain Delon.

2º — Ferrari 250 LM by Scaglietti 1964 (US$ 9,625 milhões)
Equipado com um motor V12 de 320 cv, o bólido de competição foi vendido em janeiro, nos Estados Unidos. Outra raridade da casa de Maranello, com apenas 32 unidades produzidas, o exemplar teve uma longa carreira nas pistas, chegando até a receber uma carroceria de Porsche adaptada no chassi original. Para o alívio dos puristas, o modelo foi totalmente restaurado e hoje tem uma carroceria original.

3º —Ferrari 275 GTB Competizione 1966 (US$ 9,405 milhões)
Também nos Estados Unidos, outra Ferrari também atingiu valores astronômicos em um leilão em janeiro. O destaque deste exemplar é o fato de ter sido vencedor em sua categoria nas 24 Horas de Le Mans e em outras provas de longa duração.

4º — Ferrari 250 GT LWB California Spider 1959 (US$ 7,7 milhões)
O quarto colocado dos carros mais caros de 2015 é uma verdadeira joia. Uma das 50 unidades produzidas da 250 GT California com o chassi longo, o exemplar nunca foi restaurado e conserva impecável a pintura e o interior originais.

5º — Ferrari 400 Superamerica SWB Cabriolet 1960 (US$ 6,38 milhões)
Vendida no mês passado nos Estados Unidos, o modelo ostenta uma bela carroceria pintada de verde na fábrica, algo incomum para um modelo da fábrica italiana. Mas não é só isso que justifica o alto valor atingido pelo modelo. O modelo é uma verdadeira raridade, já que apenas sete unidades com o chassi curto foram produzidas.

6º Shelby Cobra 427 Super Snake 1966 (US$ 5,115 milhões)
Os Shelby Cobra 427 já são carros brutais. Mas com um 7.0 V8 equipado com compressor volumétrico e capaz de desenvolver 800 cv, o Super Snake é ainda mais impressionante. Para completar, o exemplar é o único original de fábrica restante. E pertenceu ao próprio Carroll Shelby.

7º Ferrari 400 Superamerica Series I Coupe Aerodinamico 1962 (US$ 4,07 milhões)
Equipado com um motor 4.0 V12, o exemplar foi um dos sete produzidos com esta carroceria pela Pininfarina.  

8º GM Futureliner ‘Parade of Progress Tour’ 1950 (US$ 4 milhões)
O ônibus foi construído especialmente para uma série de turnês de exibição dos veículos Chevrolet pelas cidades dos Estados Unidos e Canadá, onde serviam para o transporte e exposição dos carros da marca.

9º Jaguar D-Type 1955 (US$ 3,675 milhões)
Vendido em março, este exemplar do modelo de competição teve uma longa e atribulada vida, que incluiu a participação em corridas na Finlândia e até na então União Soviética.

10º Ferrari 275 GTB/4 1967 (US$ 3.657.500)
O esportivo com um motor 3.3 V12 de duplo comando e 304 cv, pertenceu ao diretor de cinema John Frankenheimer, famoso pelo clássico filme Grand Prix, de 1966.

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar