Veja quais são os 5 carros automáticos mais baratos do mercado brasileiro

Todos os modelos da relação se enquadram no teto de R$ 70 mil para a compra de carros PCD

0
1331
renault logan
Renault Logan
renault logan
Renault Logan

Durante muito tempo o câmbio automático foi uma exclusividade de carros de luxo ou de modelos médios. Mas acabou se tornando um item de conforto tão desejado para enfrentar o uso diário no trânsito das cidades que hoje é difícil encontrar modelos compactos mais bem equipados que tenham a opção das trocas de marcha manuais.

+ Veja 5 SUVs usados que ainda têm visual de 0km
+ Veja 5 carros econômicos usados por cerca de R$ 20 mil
+ Dia da Terra: veja 5 SUVs usados 4×4 por menos de R$ 70 mil
+ Confira 5 carros de 7 lugares completos por até R$ 40 mil


Confira abaixo a relação dos cinco carros automáticos mais baratos do mercado brasileiro. A relação inclui modelos com caixas automáticas convencionais e CVT. Todos os modelos da relação se enquadram no teto de R$ 70 mil para a compra de carros PCD (Pessoa com Deficiência) com isenção de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) e ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

Honda City Personal

Versão mais acessível do sedã compacto da marca japonesa, o City Personal parte de R$ 68.190 e é a versão mais simples do modelo da Honda.

Com visual espartano, não traz itens como calotas e sistema de som. O motor é mesmo 1.5 flex de até 116 cv do restante da linha, combinado com um câmbio automático CVT.

Honda Fit Personal

Com o mesmo preço do City (R$ 68.190), o Honda Fit Personal traz a mesma simplicidade do sedã, também deixando de lado o rádio e as calotas.

Por outro lado, é um pouco mais completo, trazendo controles eletrônicos de tração e estabilidade de assistente de partida em rampas. O conjunto mecânico também é o mesmo do City Personal: 1.5 flex de até 116 cv combinado a um câmbio automático CVT.

Chevrolet Onix AT Turbo

Com preço de tabela de R$ 68.390, o Chevrolet Onix AT Turbo traz um bom pacote de equipamentos, com seis airbags, controles eletrônicos de tração e estabilidade, assistente de partida em rampas, rádio, ar-condicionado e vidros elétricos nas quatro portas.

O motor 1.0 turbo de três cilindros desenvolve 116 cv e é combinado a um câmbio automático convencional de seis marchas.

Chevrolet Onix Plus AT Turbo

Versão de entrada do sedã compacto, o Chevrolet Onix Plus AT Turbo é puramente uma questão de prioridades. Custa o mesmo que o hatch Onix e traz exatamente o mesmo pacote de equipamentos. A diferença fica por conta do espaço interno.

Além da área para os passasgeiros ligeiramente maior (graças ao entre-eixos mais longo), tem um porta-malas que salta de 275 litros para 469 litros. O motor 1.0 turbo de três cilindros desenvolve 116 cv e é combinado a um câmbio automático convencional de seis marchas.

Renault Logan Zen CVT

Voltada para o público PCD, a versão Zen é a única remanescente do sedã Renault Logan com o câmbio automático.

Por R$ 69.190, traz rodas de aço de 16″ e um pacote visual aventureiro, traz em sua lista de equipamentos airbags laterais, ar-condicionado, controles eletrônicos de tração e estabilidade, sistema multimídia e assistente de partida em rampas. O motor é o 1.6 SCe flex de até 118 cv, combinado a um câmbio automático CVT.

Mais na Motor Show

+ Carros da Fiat, Ram e Jeep podem ser pagos em soja; saiba como
+ Prefeitura de SP reduz limite de velocidade em 24 ruas e avenidas; saiba quais
+ Avaliação: agora com quatro portas, Audi RS5 leva a família aos 100 km/h em menos de quatro segundos
+ Confira 5 dicas para usar melhor o ar-condicionado
+ Uber vai criar carro elétrico barato para motoristas de app
+ Conheça o Z-MAG, o novo 4X4 de 365 cv dos militares de Israel