Vendas de automóveis de passeio 0 km registram alta de 9,6% em julho

Foram 135,5 mil unidades emplacadas contra 123,5 mil de julho do ano passado

0
52
Fábrica da Toyota em Sorocaba (SP). A montadora produz os híbridos Corolla e Corolla Cross - Foto: Divulgação

As vendas de automóveis de passeio registraram alta de 9,67% em julho, ante o mesmo período do ano passado – 135,5 mil contra 123,5 mil.

Em relação ao mês anterior, que emplacou 133,5 unidades, o mercado avançou 1,46%. No entanto, durante 2022 até julho, o mercado encolheu 11,75% – 818,6 mil x 927,7 mil unidades.

As informações foram divulgadas na última terça-feira (2) pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).


+ Volkswagen Gol segue como carro 0 km mais vendido; veja o ranking
+ Volkswagen Gol terá versão de despedida Last Edition, diz site
+ VW Gol é o carro mais roubado em São Paulo em 2022; confira o ranking
+ Quais são os SUVs mais roubados em SP durante 2022? Veja o ranking
+ Licenciamento em SP: pagamento para placas 3 e 4 vence em agosto

Ao somar outros segmentos, como comerciais leves, ônibus, caminhões e motos, os emplacamentos de veículos registraram retração de 2,6%, em todos os segmentos somados, na comparação com o mês anterior, e queda de 0,6%, em relação a julho de 2021.

No acumulado, dos sete primeiros meses do ano, o setor apresentou baixa de 2,7%, quando comparado ao mesmo período de 2021.

“Os segmentos tiveram comportamentos distintos em julho. Alguns registraram números melhores do que os de junho, com destaque para automóveis, comerciais leves e caminhões, enquanto outros, como ônibus e motocicletas apontaram retração”, analisa Andreta Jr., Presidente da Fenabrave, em nota divulgada.

E completa: “a queda pode ser explicada por um conjunto de fatores, como a menor oferta, especialmente, no segmento de duas rodas, por conta de problemas na produção e pela maior restrição e aumento do custo de crédito, já que a inadimplência, nos financiamentos de veículos, está em 4,5%, de acordo com os dados divulgados, pelo BACEN, referentes a abril/2022”.

Redução de IPI

Com a nova redução do IPI para automóveis, anunciada na semana passada pelo Governo Federal, que passou de 18,5% (desde 25 de fevereiro) para 24,75% (a partir de 1 de agosto), a Fenabrave espera que os volumes de emplacamentos possam crescer até mais de 4%, para autos e leves, chegando a um total de mais de 2.060.000 unidades.

“Se a produção retornar à sua normalidade, e com mais esse estímulo do Governo, talvez consigamos atingir esse patamar”, acredita Andreta Jr.

MAIS NA MOTOR SHOW:

+ Automóveis fabricados no Brasil ganham nova redução de IPI
+ Novo Honda HR-V: concessionária revela preço de lançamento do SUV
+ Carro por assinatura vale a pena? Confira um guia completo com preços, vantagens e desvantagens
+ Licenciamento em SP: pagamento para placas 3 e 4 vence em agosto
+ Preços dos combustíveis seguem em queda; veja onde está mais barato
+ Avaliação: BMW iX é um esquisito SUV elétrico que vai da suavidade de um Bentley V12 à pura violência
+ Jeep Renegade chega a 400 mil unidades vendidas no Brasil; veja a avaliação da versão Trailhawk T270 4×4
+ Avaliação: uma semana de Renault Zoe – carro elétrico vale a pena?
+ Comparativo de Carros Elétricos: Peugeot e-208 GT vs. Mini Cooper SE vs. Fiat 500e vs. Renault Zoe
+ Auxílio taxista: cidade de São Paulo tem 70 mil cadastrados