Versão poderia ser mais completa

MÉGANE GRAND TOUR PRIVILÈGE

R$ 79.990

Na edição de maio deste ano, MOTOR SHOW publicou um comparativo entre três stations top de linha: 307 SW Feline, Mégane Grand Tour e Jetta Variant. A perua da Renault terminou o embate classificada como a opção “barata” do segmento porque não oferecia – nem em sua lista de opcionais – equipamentos simples, como retrovisores rebatíveis eletricamente, sensores de luminosidade, chuva e estacionamento, som MP3 com disqueteira e ar digital. Tanto isso era verdade que, três meses depois, já estávamos recebendo, para avaliação, uma nova versão da Mégane Grand Tour, que incorpora justamente esses itens de conveniência.

Chamada de Privilège, a versão está disponível apenas para a perua topo da gama, que é equipada com motor 2.0 e câmbio automático. Nessa nova configuração, que conta ainda com párachoques e frisos na cor da carroceria, o preço do modelo subiu para R$ 79.990 (antes, completa, não passava de R$ 75.180). Mas sua situação não mudou muito. O modelo ficou mais equipado, é verdade, mas continua aquém de seu principal rival, o Peugeot 307 SW que, na versão top, conta com seis airbags (no Mégane são dois), teto solar panorâmico, regulagem de altura dos faróis, bancos traseiros removíveis e ar digital bizone.

Assim, a decisão continua a mesma. Se você quiser um carro mais completo, com maior porta-malas e com mais flexibilidade de configuração interna, a opção deve ser pela 307 SW (R$ 84.289). Se você, ao contrário, quiser pagar um preço mais baixo, pode levar a GrandTour sem titubear. Ela cobra um preço justo pelo que oferece.

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar