Visual esportivo, preço salgado


Para atrair os consumidores mais “descolados”, que privilegiam a beleza acima de tudo, a Chevrolet preparou um kit para deixar o compacto Agile com um visual mais esportivo. Com os acessórios do pacote Sport, apresentado pouco depois do lançamento do carro, ele fica, sem dúvida, mais atraente. Composto por rodas de liga leve de 16 polegadas com novo desenho, máscara negra para os faróis, lanternas escurecidas, aerofólio na cor da carroceria, jogo de spoilers dianteiro e traseiro e saias laterais, o conjunto sai por R$ 5.346.

Um detalhe importante: o modelo pode sair direto da concessionária com o kit, pelo preço acima, se ele for encomendado na hora da compra do Agile. Mas, se o consumidor preferir – e aí que está o “pulo do gato” – há a opção de adquirir o carro sem o kit, levá-lo para casa e só depois encomendar o pacote Sport (surpreendentemente) pelo mesmo preço.

Apesar de parecer uma alternativa pouco inteligente em termos práticos, esta é a melhor opção financeiramente, já que, neste caso, o consumidor pode pedir para levar para casa as rodas, os pneus e os faróis originais do veículo. Afinal, todas estas peças são propriedade do consumidor que adquiriu o carro, e, como o kit não é vendido à base de troca, ele tem todo o direto de solicitar à concessionária que lhe devolva as peças originais. Mais inteligente seria a Chevrolet se desse um desconto no preço do kit para quem o encomendasse de fábrica.

Apesar de bem equipado, o acabamento do Agile é bastante simples. As lanternas desta versão Sport, como os faróis, são escurecidas e o motor 1.4 é econômico

Com o kit Sport, o preço do Agile, na versão mais completa LTZ, chega a R$ 47.160 – um valor bastante salgado, principalmente considerando que um Astra hatch custa R$ 47.310 e ainda oferece a mais o ar-condicionado digital – sem contar que tem motor 2.0 8V de 140 cv. Sob o capô do Agile, um pacato propulsor 1.4 de 102 cv com etanol que acelera de zero a 100 km/h em 12,5 segundos e chega à máxima de 166 km/h – suficiente para um compacto com sua proposta, com baixo consumo, mas nada brilhante em desempenho.

Nessa versão com pacote Sport, a única diferença na dirigibilidade fica por conta do aumento do tamanho da roda com a diminuição do perfil do pneu. Essa mudança acarreta uma melhor performance em curvas, um ponto positivo, mas, ao mesmo tempo, aumenta a transferência das irregularidades para os passageiros, além de poder aumentar o consumo do veículo.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

COMPARTILHAR
Notícia anteriorInvadimos a AMG
Próxima notíciaMotor News