Você faria isso com seu lambo?

0
73

Ainda em 2001, o chinês Wang Sheng lançou uma triste moda em seu país. Proprietário de um Mercedes-Benz SLK 230 e insatisfeito com o atendimento ao cliente da marca, ele destruiu a marretadas o carro, em praça pública. Depois disso, a “humilhação pública” de carros de luxo se tornou um hábito por lá. Na imagem acima, outro proprietário insatisfeito, Han Nan, um milionário de Qingdao, dá o golpe final em uma Lamborghini Gallardo. Antes dele, sete operários uniformizados e de capacetes trataram de iniciar a destruição do superesportivo, vendido na China pelo equivalente a R$ 1,2 milhão. Na mesma linha de “protesto”, agora em maio, um Maserati Quattroporte sofreu a mesma punição em Qingdao e, em 2011, um Volvo XC60 foi rebocado por uma vaca em um percurso pelo centro de Jingdezhen.