Volvo não terá mais carros a combustão no Brasil

Marca sueca anuncia que vai manter apenas as versões elétricas ou híbridas de seus modelos no mercado brasileiro

0
441
Volvo XC40
O híbrido plug-in Volvo XC40 Recharge (esq.) e o elétrico XC40 Recharge Pure Electric (dir.)

Até 2030, a Volvo pretende se livrar totalmente dos motores a combustão. Embora o Brasil esteja longe de ser um dos principais mercados de carros elétricos do mundo, a marca resolveu nos incluir em seus planos de eletrificação e confirmou nesta terça-feira (18) que não irá mais oferecer automóveis 100% a gasolina ou a diesel no país.

+ Volvo XC40 lidera ranking de importados da Abeifa em abril
+ Volvo lança o totalmente elétrico C40 Recharge
+ Avaliação: Volvo XC40 Momentum 2021, híbrido plugável mais barato do Brasil, é o melhor de dois mundos
+ Carros híbridos mais vendidos do Brasil em 2020: Toyota e Volvo dominam quase 90% do mercado


“Desde 2016/2017 existe esse plano de eletrificação para o Brasil. Acreditamos que o mercado vai se expandir e a eletrificação vai ser demandada pelo consumidor brasileiro premium”, destaca o diretor geral de operações e inovação da Volvo Car Brasil, João Oliveira.

Com a decisão, o Brasil passa a ser, junto da Noruega, uma das duas nações onde o fabricante sueco já decidiu abolir os carros 100% a combustão. Apesar das diferenças gritantes entre nós e o país europeu (atualmente um dos principais mercados mundiais para modelos de propulsão limpa), a estratégia é explicada pelos números.

Desde o lançamento em 2018 do seu primeiro modelo híbrido plug-in no país, o XC90 Plug-in Hybrid, a Volvo foi mordendo fatias do mercado até abocanhar uma participação de 40% do mercado brasileiro de veículos eletrificados.

“Esse é um movimento irreversível que estamos iniciando aqui no Brasil e se expandirá por toda a América Latina. Ainda neste ano, a Volvo no Uruguai também será totalmente eletrificada”, ressalta em nota o presidente da Volvo Car Brasil e Head of Latin America Hub, Luis Rezende. Atualmente, além dos SUVs XC40, XC60 e XC90, a Volvo oferece no mercado brasileiro os sedãs S60 e S90.

Volvo XC40
Volvo XC40 Recharge Pure Electric
Volvo XC40 Recharge Pure Electric

Dentro dessa estratégia de eletrificação, a marca iniciou oficialmente a pré-venda do Volvo XC40 Recharge Pure Electric, versão 100% elétrica do menor SUV da marca sueca. O modelo chega com preço promocional de R$ 389.950 e as primeiras unidades serão entregues aos compradores em setembro.

A previsão da Volvo é comercializar 300 unidades do modelo neste momento inicial. Como parte do pacote para atrair compradores, quem garantir o XC40 Recharge Pure Electric na pré-venda irá levar o carregador do tipo Wallbox já com a instalação, a caixa de som inteligente Google Nest e três anos de revisões gratuitas para o veículo.

O XC40 elétrico está equipado com dois motores elétricos (um para cada eixo) com potência equivalente a 408 cv. Combinados a uma bateria de 78 kWh, permite ao modelo rodar até 418 km com uma carga completa de bateria. Além do XC40 Recharge Pure Electric, a marca já confirmou a importação para o Brasil do também elétrico SUV-cupê C40 Recharge.

Rede de recarga
Carregador do tipo Wallbox
Linha Volvo no Brasil terá apenas modelos 100% elétricos ou híbridos plug-in

Para a Volvo, a pequena infraestrutura para a recarga de veículos elétricos ainda é o principal obstáculo para o crescimento na demanda por veículos elétricos e eletrificados no Brasil.

Dentro desse cenário, a marca sueca pretende aumentar por conta própria, de 700 para 1.000 o número de eletropostos gratuitos em todo o país abertos para clientes Volvo e de carros de outros fabricantes.

A Volvo lançará ainda uma plataforma com foco em síndicos profissionais, gestoras de condomínio e incorporadoras para a instalação de 300 carregadores em edifícios de escritórios corporativos e residenciais com subsídio de instalação Volvo. Na primeira fase, a marca pretende atingir cerca de 60 empreendimentos em todo o Brasil, instando, em média, cinco carregadores em cada um. A previsão é que a plataforma esteja funcionando a partir de julho.

Mais na Motor Show

+ Avaliação: SUV elétrico, Ford Mustang Mach-E é evolução difícil de digerir
+ Veja 5 carros usados completos por até R$ 45 mil
+ Bateria descarregada: saiba o que fazer para sair do sufoco
+ Fiat oferece Argo 0 km com pronta entrega e desconto de até R$ 5 mil
+ Citroën faz promoção com bônus e revisão grátis para a compra do C4 Cactus
+ Chinesa BYD cria carro elétrico com câmbio manual e embreagem