Volvo XC90

1579
XC90 (Divulgação)

É preciso admitir que alguns carros são atraentes demais para não ganharem um espaço naquela caixa de desejos que todos nós temos. No meu caso, o SUV em questão é o Volvo XC90. Tive a oportunidade de guiar todas as motorizações do modelo disponíveis no mercado brasileiro. Desde o D5 (equipado com um motor 2.0 diesel de 235 cv), passando pelo T6 (com um motor 2.0 a gasolina de 324 cv) e chegando ao topo de linha T8 (que une um motor elétrico e outro a gasolina para desenvolver a potência combinada de 407 cv).

E a que mais me encanta é justamente a híbrida T8, que tem um consumo de combustível melhor do que o de muitos carros compactos. O XC90 híbrido tem um conjunto motor e câmbio bem afinado e a suspensão com acerto para lá de bem equilibrado – é possível guiar rápido em estradas sinuosas sem notar as imperfeições em uma pista de pavimento irregular. O grande SUV da Volvo (quase 5 metros) é o melhor que eu já dirigi.

Mas mesmo que você não esteja tão preocupado com as qualidades dinâmicas do XC90, fica difícil não se encantar com o acabamento esmerado, com detalhes em madeira ou alumínio e a alavanca de câmbio em cristal, sistema de som Bowers & Wilkins com 19 alto-falantes (que reproduz na cabine a acústica da sala de concerto da Orquestra Filarmônica de Gotemburgo). Na versão T8 Excellence traz bancos individuais traseiros climatizados com ajustes elétricos e até um refrigerador com taças de champanhe em cristal, produzidas pela sueca Orrefors. E ainda é possível abrir mão do motorista (pelo menos em rodovias), já que o modelo conta com um sistema de direção semi-autônoma que opera em velocidades de até 130 km/h.

Poucos são os automóveis que conseguem agradar a vários perfis de motorista ao mesmo tempo. Confesso que não sou muito fã de SUVs. Se fosse comprar um carro para fazer longas viagens, provavelmente optaria por um sedã médio/grande ou, melhor ainda, por uma perua. Mas esse novo XC90 é um carro fantástico em vários sentidos. Já deu pra perceber que estou apaixonado?

E SE EU TIVESSE SÓ R$ 100 MIL

Para mim, porta-malas não é prioridade. Levaria um Jeep Renegade Limited Flex, que é bem equipado e tem uma posição de dirigir mais próxima dos SUVs tradicionais.


Ficha técnica:

Volvo XC90 T8 Inscription

Preço básico: R$ 362.950
Carro avaliado: R$ 468.950
Motor: 2.0 + elétrico
Potência: 324 cv a 5.700 rpm + 87 cv do motor elétrico
Torque: 40,8 kgfm de 2.200 a 5.400 rpm + 24,5 kgfm do motor elétrico
Câmbio: AT8
Pneus: 275/40 R21
Porta-malas: 721 litros
Emissão de CO2: 87g/km
Cons. cidade: 15,3 km/l
Cons. estrada: 15,8 km/l
Nota do Inmetro: A