VW Golf de 8ª geração é revelado na Europa

Nova geração do hatch chega trazendo cinco opções eletrificadas e tecnologias como o sistema de direção semiautônomo

VW Golf 8 (Divulgação)

Depois de alguns vazamentos de imagens, o VW Golf de 8ª geração foi apresentado oficialmente nesta quinta-feira (24). Mantendo o desenho básico do antecessor, o modelo se destaca pela linha de motores eletrificada e pela oferta de equipamentos tecnológicos, como o sistema de direção semiautônomo. As vendas da nova geração começam em dezembro no mercado europeu.

Ainda montado sobre a base MQB, o novo Golf tem 4,28 m de comprimento, 1,79 m de largura, 1,46 m de altura e entre-eixos de 2,64 m. Medidas muito semelhantes às do antecessor: o Golf “8”é apenas 2 cm mais longo e tem 1 cm a mais no entre-eixos. Mas se por fora o “8” manteve as linhas básicas que marcam o modelo desde o seu lançamento, no interior a história é diferente.

O painel tradicional deu lugar a um quadro de instrumentos digital de 10,25″, que trabalha integrada à tela do sistema multimídia (de 8,25″ ou 10″) já boa parte dos botões tradicionais, como o comando giratório de luzes, deram lugar a comandos sensíveis ao toque. Outra novidade está no pacote tecnológico. Pela primeira vez, o modelo será equipado com um sistema de direção semiautônomo de Nível 2, capaz de operar em velocidades de até 210 km/h.

O modelo é ainda o primeiro modelo da Volkswagen dotado da tecnologia Car2X, que permitindo ao veículo se comunicar com sistemas de alerta de tráfego e com outros veículos equipados com a mesma tecnologia. Isso permite, por exemplo, que o veículo informe ou receba informações a respeito de acidentes em seu trajeto.

Além das motorizações gasolina, diesel e a GNV, a gama de motores agora conta com cinco opções eletrificadas. Além das duas híbridas plug-in (de 204 cv e GTE, de 245 cv), que agora são combinadas a baterias de 13 kWh (uma ganho de autonomia de 60 km em relação ao GTE atual), a linha conta ainda com três opções da linha eTSI, dotados da tecnologia híbrida leve: 1.0 de três cilindros e 110 cv e 1.5 de quatro cilindros (130 e 150 cv), o mais potente dotado também da tecnologia de desativação de cilindros (vista normalmente em motores V8, como o do Chevrolet Camaro). Já o câmbio é o automatizado DSG de sete marchas e dupla embreagem.