VW Golf vira “mula” para teste de carro 100% autônomo

Cinco unidades do hatch médio estão rodando por um circuito de testes na cidade de Hamburgo (Alemanha)

Divulgação

Cinco unidades do VW e-Golf — versão 100% elétrica do hatch médio — estão circulando pela cidade de Hamburgo (Alemanha) para avaliar o funcionamento dos sistemas de direção autônoma de nível 4 em condições reais de tráfego.

Os Golf autônomos foram equipados com um conjunto de 11 escâneres laser, sete radares e 14 câmeras. Os sensores são capazes de gerar um tráfego de dados de até 5 GB por minuto que é gerido por computadores com potência equivalente a de 15 laptops.

Isso é necessário para que o veículo seja capaz de identificar o que acontece ao seu redor, em um circuito de testes de três quilômetros nas ruas da cidade alemã. Por razão de segurança, todos os carros de teste contam com motoristas ao volante para interferir nos controles em situações de emergência.

Os sistemas mais avançados atualmente disponíveis no mercado são do nível 3, permitindo a direção autônoma em determinadas condições de tráfego, como em congestionamentos. Já os de nível 4 permitem um nível alto de automação, exigindo a intervenção do motorista apenas em situações de emergência.