VW inicia produção do novo SUV médio Taos

Novo SUV médio da VW, Taos vai competir no mercado com o Jeep Compass
Novo SUV médio da VW, Taos vai competir no mercado com o Jeep Compass

A Volkswagen anunciou o início da produção do novo SUV médio Taos em sua linha de produção na cidade de Puebla, no México. O modelo, ainda inédito, já teve sua produção iniciada para o mercado mexicano. A montadora alemã começa a produção do modelo que será exportado para os EUA.

Volkswagen revela novas informações sobre o Taos
Vídeo: os detalhes do VW Taos, o novo rival do Jeep Compass

O mercado local do México vai receber as mais de 4,3 mil unidade do novo SUV médio Taos. Já os primeiros modelos da produção que se inicia agora devem chegar às concessionárias dos EUA até o final do primeiro semestre de 2021. A montadora afirma ter investido mais de R$ 2,1 bilhões na produção do novo Taos.

Já o Taos que chegará ao Brasil será produzido na Argentina. O utilitário esportivo médio ficará posicionado entre o T-Cross e o Tiguan Allspace. Externamente, aparecem 4,461 m de comprimento, 1,626 m de altura, 1,841 m de largura e 2,680 m de entre-eixos. O porta-malas é de espaçosos 498 litros. Ainda de acordo com a Volkswagen, o vão livre é de 185 mm (eixo dianteiro), 206 mm (eixo traseiro) e de 246 mm (entre os eixos). Estão disponíveis o ângulo de entrada de 19º, de saída (26,3º) e 20,1º (de rampa).

Sob o capô, está presente o motor 1.4 com turbo e injeção direta – dos modelos T-Cross, Jetta, Polo/Virtus GTS, por exemplo – para oferecer até 150 cv de potência e 25,5 kgfm de torque a partir de baixíssimos 1.500 rpm (gasolina/etanol). O câmbio é automático de seis marchas (AQ250) com trocas sequenciais realizadas tanto pela alavanca quanto pelas borboletas atrás do volante (disponível em todas as configurações). Com um tanque de 50 litros, ajuda a economizar combustível o sistema Start-Stop, que desliga momentaneamente o motor durante breves paradas, como nos semáforos.

O Volkswagen Taos pesa 1.420 kg, que atribui uma relação peso-potência de 9,46 kg/cv ou peso-torque de 55,69 kg/kgfm. Desta forma, a aceleração partindo da imobilidade aos 100 km/h ocorre em 9,3 segundos e a velocidade máxima é de 194 km/h. Além disso, estão disponíveis os modos de condução ECO, Normal, Sport e Individual, que alteram alguns parâmetros do veículo, como a direção, as respostas do motor/transmissão, o funcionamento do condicionador de ar e o regulador de velocidade adaptativo (ACC).

As suspensões são McPherson no eixo dianteiro, com barra estabilizadora de 25,4 mm, enquanto atrás é do tipo Multilink e barra estabilizadora de 21,7 mm. Os freios são a discos nas quatro rodas, com 312 mm à frente e 272 mm atrás – o de estacionamento possui acionamento eletromecânico. As rodas de 18″ vestem pneus de medidas 215/55. O acerto da direção e das suspensões são específicos do modelo. A tração é dianteira.

Por dentro, os destaques da cabine vão para o quadro de instrumentos totalmente digital Active Info Display de 10,25″, o multimídia VW Play com tela de 10,1″ (debutou no Nivus e também empregado no T-Cross), o teto solar panorâmico, o reconhecimento da chave, além de um pacote de segurança interessante e composto por regulador de velocidade adaptativo (ACC) com função Stop&Go, frenagem automática de emergência, os alertas de pontos cegos/trafego traseiro, ambos com raio de atuação de 20 metros.

Outros itens presentes no Volkswagen Taos são o indicador de perda de pressão dos pneus, a detecção de pedestres, o City Emergency Brake (funciona abaixo de 50 km/h), a função de frenagem de manobra (atua entre 1,5 e 10 km/h), o Post Collision Brake, que evita uma segunda colisão sequencial, além do detector de fadiga.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel