VW inicia vendas do Golf mexicano

A Volkswagen anunciou oficialmente nesta quinta-feira (27) o início das vendas do Novo Golf produzido na fábrica de Puebla, no México. Segundo a fabricante, a justificativa para a mudança na origem do modelo — até então trazido da Alemanha — é a necessidade de atender a grande demanda pelo hatch médio no mundo. A importação do Golf mexicano será mantida até o segundo semestre do próximo ano, quando o carro começa a ser produzido no Brasil, na fábrica de São José dos Pinhais (PR).

Apesar da mudança na origem, o Novo Golf conserva as mesmas opções de versão (Confortline, Highline e GTI) e as duas opções de motor (1.4TSI de 140 cv e 2.0TSI de 220cv) e de transmissão (manual de seis velocidades e a automatizada DSG de sete marchas).

Mudam porém alguns itens dos pacotes de equipamentos. O freio de estacionamento com controle eletrônico passa a ser do tipo manual. Com isso, o assistente de partida Auto Hold sai de cena e entra o Hill Assist, que é mais simples e segura o carro somente em  ladeiras. Outra mudança será no sistema de iluminação, com a adoção do FLA (assistente de luz para farol alto), que desliga automaticamente o farol alto em velocidades acima de 60 km/h, caso seja detectado um veículo no sentido contrário.

Os preços partem de R$ 69.510 (Confortline) e chegam a R$ 102.680, na versão esportiva GTI.