Kombi foi o 1º carro elétrico da VW

Modelo Elektro Transporter tinha um propulsor de 22 cv e rodava até 80 km com uma carga de bateria

6368
VW Kombi "Elektro Transporter" (Divulgação)

Nem Golf, nem Polo. A Kombi que saiu de linha no Brasil em 2013 serviu de base para o primeiro carro elétrico produzido pela Volkswagen. Conheça a seguir a história da Elektro Transporter.

Revelada em 1972, o modelo era baseado em um exemplar da segunda geração da Kombi e foi desenvolvido em conjunto com as empresas Bosch, Varta e RWE.

O motor a ar do utilitário foi trocado por um propulsor elétrico de corrente contínua, capaz de desenvolver 22 cv. A Kombi usava um conjunto de baterias de chumbo-ácido com 850 kg, posicionado no piso do compartimento de carga.

O peso total da Elektro Transporter era de 2.200 kg. Isso exigiu a colocação de reforços estruturais na carroceria e no chassi do utilitário. A Kombi elétrica atingia a velocidade máxima de 75 km/h e tinha uma autonomia de até 80 km.

A Elektro Transporter chegou a ser oferecida como um modelo de produção, embora tenha despertado pouco interesse do público. Entre 1973 e 1979, a produção total foi de apenas 120 unidades, nas versões passageiro, furgão e picape. Desse total, 100 carros foram empregados em testes pela Volkswagen ou pela empresa de eletricidade RWE.