VW Up seguirá vivo como carro elétrico mais barato da marca

Marca alemã está trabalhando em uma nova geração do Up elétrico, aponta site

16336
VW e-Up (Divulgação)

No Brasil e na Europa, o compacto VW Up está longe de ser o sucesso que era esperado pela montadora. Mas pelo menos a vida da versão elétrica e-Up já estaria garantida para os próximos anos. É o que aponta uma reportagem publicada pelo site americano InsideEVs, que citando o vice-presidente da marca alemã na América do Norte, Matt Reina, destacou que a marca prepara uma nova geração do e-Up.

Atualmente, o e-Up custa o dobro das versões de entrada com motor a gasolina (parte de 23.570 euros na Alemanha, cerca de R$ 105 mil) mas mesmo assim é o elétrico mais acessível da marca na Europa. E deverá seguir assim. Por isso mesmo, segundo Reina, o novo e-Up irá conservar a plataforma atual no lugar de adotar a novíssima MEB, que será utilizada nos modelos elétricos da futura submarca ID. (que irá incluir um carro inspirado na Kombi clássica).

Segundo a reportagem, o novo e-Up deverá estrear na Europa em 2020, tendo como principal novidade as baterias de nova geração. O objetivo é estender a autonomia do modelo, que no e-Up atual é de 134 km. Pequena perto de carros como o Nissan Leaf, que pode rodar até 300 km.