Weekend Locker: mais adventure

A Fiat acaba de lançar a nova linha Palio Weekend 2009. As alterações estilísticas já eram esperadas: uma frente semelhante à do novo Siena, bagageiro no teto com linhas arrojadas e uma traseira menos exagerada que a anterior – sem muitas surpresas. A grande novidade ficou para a nova Adventure Locker, que recebeu até uma personalização de design com linhas próprias, diferente das outras duas Weekend, tanto a ELX quanto a Trekking. Agora sim podemos chamar a Locker de uma versão mais “aventureira”, para quem quer se arriscar por caminhos mais difíceis, com condições mais restritas, rampas com pouca aderência e muitos desníveis, que fazem o carro perder capacidade de tração.

A Locker passou por alterações no sistema de suspensão para alcançar esse objetivo. Os engenheiros da Fiat trabalharam com a intenção de aumentar a altura livre do solo. Não basta só tração, é preciso que o assoalho não se prenda ao piso em condições difíceis. Além de reforços na suspensão, seus pontos de apoio mudaram de posição, permitindo a elevação da carroceria. Com enormes pneus 205/70 R15, a Locker ficou com um ótimo vão livre do solo de 19 cm, mais do que suficiente para pequenas aventuras.

Mas, nos automóveis, é sempre assim: a solução de uma questão gera outro problema. Por isso é que o segredo de um bom carro está em equilibrar todos os prós e contras que definem suas características finais. No caso da Locker, a Fiat buscou melhorar a dinâmica do carro em terrenos difíceis e encontrou soluções para os problemas de mobilidade em pisos acidentados. Mas isso criou um novo problema: a elevação do centro de gravidade, com conseqüências diretas na sua estabilidade dinâmica.

Neste ponto entra a engenhosidade dos técnicos: um trabalho conjunto dos engenheiros da fábrica de amortecedores Cofap e os da Fiat resultou em um amortecedor especial, batizado de Power Shock, que tem como principal particularidade a limitação em seu curso de distensão, o que ocorre através de uma mola existente em seu interior. Sem prejuízo à maciez da compressão, quando se passa em um buraco, por exemplo, o novo amortecedor mantém a suspensão confortável. Em contrapartida, a tal mola existente em seu interior limita as inclinações da carroceria nas curvas mais rápidas ou em desvios bruscos de obstáculos, mantendo a estabilidade direcional mesmo nas situações mais difíceis. Conseguiram juntar o melhor dos dois mundos, o urbano e o off-road.

Esta tecnologia não é nova, e já era utilizada em alguns modelos europeus e americanos, principalmente aqueles com centro de gravidade mais elevado, como é o caso da Weekend Locker. No Brasil, é a primeira vez que se adota a solução técnica, e com sucesso: rodamos mais de 100 km por estradas de terra sem problemas de estabilidade ou de perda de controle do carro, mesmo quando em velocidades elevadas. Uma boa solução, com ótimos resultados. Esse mesmo espírito de solucionar problemas norteou a adoção do bloqueio eletrônico do diferencial, que resolve cerca de 70% das situações de perda tração ao rodar em terrenos difíceis.

Para compensar a diferença de rotação entre as rodas em uma curva, os carros dispõem do recurso do diferencial, que tem a particularidade de transferir o torque para a roda que tiver mais facilidade de girar, equilibrando a diferença de rotações entre elas. Mas o componente, útil no asfalto, gera problemas em pisos de pouca aderência: se uma das rodas de traçãoestiver no piso seco e outra na lama, o torque do motor será todo transferido para a roda que gira mais fácil ou seja, a que está no barro. O resultado prático é que o carro fica imobilizado, com o pneu patinando na lama, mesmo com a outra roda em terreno seco.

Em nossa avaliação em pisos irregulares e escorregadios, a Palio Adventure Locker se mostrou surpreendentemente capaz de aventuras off-road

Nesta situação, se você consegue eliminar a ação do diferencial, as rodas de tração passarão a receber torque igual e, com isso, a roda que está em terreno seco passará também a tracionar o carro, tirando o motorista do lamaçal. Foi a solução adotada pela Fiat, em desenvolvimento conjunto com a Eaton, multinacional que opera na área de câmbios e viabilizou o sistema. Com comando eletrônico acionado por um botão no painel, a limitação do sistema está no fato de o modelo só poder trafegar em linha reta – com o sistema ligado deixa de existir a compensação entre a diferença de rotações das rodas nas curvas…) e em baixas velocidades (só é ativado com o carro parado e freio acionado e se desliga ao passar dos 20 km/ h). Mas tais limitações não impedem a ótima performance do sistema, que permitiu que saíssemos de todas as situações difíceis em uma pista de provas cheia de obstáculos de terra e lama. Segundo a marca, é a primeira vez no mundo todo que um carro de tração dianteira adota essa solução. E funcionou muito bem.

Superar obstáculos e pisos irregulares ficou mais fácil

Novos amortecedores

A Palio Adventure Locker trouxe, entre outras novidades, um novo amortecedor, diferente dos convencionais por possuir uma mola que limita sua distensão. Na prática, significa que os técnicos puderam dar uma carga branda na compressão do amortecedor (o impacto de um buraco, por exemplo), melhorando o conforto, e uma limitação na distensão do amortecedor, limitando a inclinação da carroceria – na realidade, um reforço ao trabalho da barra estabilizadora. Dois centímetros mais alta que a Adventure anterior, a Locker necessitaria de uma suspensão mais dura para manter a estabilidade, mas os novos amortecedores Power Shock garantiram o binômio conforto/segurança.

No esquema, detalhes dos novos amortecedores, desenvolvidos em parceria com a fabricante Cofap

Linha Weekend 2009

A nova linha 2009 da Palio Weekend trouxe importantes mudanças, tanto estilísticas quanto mecânicas, nas stations que estão entre as mais vendidas do nosso mercado. Agora são três versões, duas com preços mais atraentes (ELX e Trekking), agora oferecidas apenas com motor 1.4 Flex, com 85/86 cv (gas/álc). A ELX é uma station normal, sem os adereços Adventure. Uma peruazinha comportada, vendida a partir dos R$ 39.920. A Trekking pode ser classificada como a antiga Adventure, mas com motor mais modesto, também 1.4. Uma opção interessante para quem gosta desse tipo de veículo, a partir dos R$ 41.920. E, finalmente, a Adventure Locker, o grande lançamento que passou por profundas alterações tanto no design quanto na mecânica, e que manterá seu preço igual ao da antiga Adventure: R$ 53.850 – já completa, com pouquíssimos opcionais.

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar